Sobre a Revista

Direito e o comércio exterior são temas fundamentais aos profissionais que atuam em diversos ramos de negócios internacionais. Constata-se, porém, que há poucos periódicos que se dedicam a esses temas que geralmente não tem destaque na formação do profissional do direito. Considerando a tendência e a necessidade do mercado, a Revista de Direito e Negócios Internacionais se propõe a suprir essas lacunas, contribuindo para a disseminação de conteúdo relevante aos profissionais e acadêmicos interessados na temática

 

Foco e Escopo

A Revista de Direito e Negócios Internacionais da Maritime Law Academy é uma publicação acadêmica que tem por objetivo a publicação de trabalhos que estabeleçam conexões entre os Negócios Internacionais e o Direito e que versem sobre temas relacionados ao comércio exterior; transporte marítimo e marinha mercante; transporte aéreo, ferroviário, rodoviário e dutoviário; transporte multimodal; domínio marítimo e aéreo; logística, portos e aeroportos; aduana e tributação, dentre outros. 

 

Política de Acesso Livre

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.

 

Processo de Avaliação pelos Pares

A Revista conta com um corpo permanente de pareceristas, membros de universidades brasileiras e internacionais, e as submissões passam por um processo de avaliação duplo cega por pares (double blind review), realizada por no mínimo dois especialistas no assunto de cada artigo. 

Os pareceristas podem considerar o apto (e mesmo assim realizarem sugestões), com correções obrigatórias (que serão enviadas para o autor e retornadas para o parecerista para conferência) ou recusar a publicação.

Para tornar-se apto para publicação, o artigo não pode ter recebido nenhum parecer que o rejeite, mas poderá ser publicado artigo cujo parecer do avaliador requeira correções obrigatórias. 

Retorno aos autores: Após a avaliação, os artigos retornam aos autores para ciência e eventuais correções. Após feitas as correções, há duas conferências, uma feita pelo parecerista e outra pela comissão executiva, para a efetiva certificação que as correções solicitadas foram realizadas.

O Editor e a Comissão Executiva da Revista montam uma pauta editorial prévia, atendendo aos critérios de qualidade, de mínimo número necessário de artigos e de exogênia de 80%. Após a formação da pauta, a comissão editorial reúne-se para avaliar o conjunto de artigos aceitos e finalizar a seleção.

A Revista publica ainda um artigo de grande relevância acadêmica de convidado. Este artigo é avaliado pelo Conselho Editorial, que analisa a pertinência temática com o foco e escopo da Revista e regras formais de publicação.

 

PERIDIOCIDADE

Semestral